Um vídeo de um youtuber alemão com críticas à política do partido maioritário na coligação que governa o país ultrapassou esta quinta-feira os cinco milhões de visualizações, levando a CDU da chanceler Angela Merkel a convidá-lo para um debate.

Com 55 minutos de duração, o vídeo foi divulgado pelo youtuber Rezo no sábado com o título “A Destruição da CDU”, referindo-se ao partido União Democrata-Cristã, que está no poder desde 2005.

“As pessoas da CDU mentem, fazem políticas contra o que os especialistas defendem” e “destroem a nossa vida e o nosso futuro”, diz Rezo no vídeo, usando estatísticas para criticar a política climática do Governo alemão.

De 20 anos e cabelos azuis, o youtuber conta com 700 mil inscritos no YouTube e 120 mil na rede social Twitter, onde critica também o partido de centro-direita que, segundo considera, favorece os ricos e tem uma posição sobre direitos de autor e drogas que mostra “incompetência flagrante”.

Rezo incita, no entanto, todos os alemães a votarem nas eleições europeias, no domingo, para que não sejam “os aposentados a decidir o futuro dos jovens”.

A líder do partido e alegada herdeira de Angela Merkel, Annegret Kramp-Karrenbauer, admitiu ter ficado surpreendida pelo caráter viral das críticas de Rezo e reagiu com ironia. “Pergunto a mim mesma se não seremos também responsáveis pelas sete pragas do Egito”, afirmou na quarta-feira, durante uma campanha em Kiel.

Esta quinta-feira, a CDU publicou uma carta aberta dirigida ao youtuber, reprovando a sua posição e afirmando que Rezo só pretende provocar para conseguir cliques. Apesar disso, o secretário-geral da CDU, Paul Ziemiak, resolveu esta quinta-feira convidar Rezo para uma reunião, admitindo que o Governo “não faz tudo bem” e que “algumas críticas são justificadas”.