Rádio Observador

BMW

CEO da BMW não vai longe. Pode “apear-se” em Junho

Segundo a Automotive News, os homens da BMW já acharam mais piada à gestão de Harald Krüger, o CEO que tomou conta do fabricante em 2015. O seu contrato termina em breve e poderá não ser renovado.

Autor
  • Observador

A BMW produz modelos que entusiasmam os seus clientes e, no capítulo dos veículos eléctricos, foi a primeira entre as marcas premium a apostar nesta tecnologia. O seu i3, introduzido no mercado em 2013, impôs-se pelas formas distintas, motor eléctrico possante e grande volume interior. Porém, a marca germânica viu-se ultrapassada pelas rivais Audi e Mercedes, que já este ano começaram a apresentar uma nova família de modelos.

Este atraso nos veículos eléctricos é um dos motivos para o desagrado em relação à gestão de Harald Krüger a que faz menção a Automotive News, a que se junta a redução nos lucros, algo que não cai muito bem junto dos responsáveis pela marca de Munique. De acordo com  a referida publicação, parte dos motivos que leva a que alguns queiram ver o actual CEO pelas costas prende-se com o lento ritmo com que as parcerias estão a ser assinadas, julgadas necessárias para partilhar custos e maximizar lucros.

A BMW, que liderou confortavelmente o mercado de marcas premium durante anos, foi entretanto ultrapassada pela Mercedes, mas deseja retomar rapidamente uma posição dominante que já foi sua. É exactamente isto que tem sido pedido a Harald Krüger, sem sucesso. Krüger tem ainda contra si um o seu antecessor Norbert Reithofer – hoje chairman da empresa –, a quem são apontadas decisões importantes e que deram grandes vantagens à BMW, desde a aposta nos SUV, antes de se tornar uma moda entre os concorrentes, até ao próprio eléctrico i3, com carroçaria em fibra de carbono.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Escolas

A escola é uma seca /premium

Eduardo Sá

Não podemos continuar a opor uma ideia “industrial” de escola a uma escola “ecológica”, como se não fosse possível conciliar as duas escolas, sem a educação indispensável abalroar o direito à infância

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)