Dinheiro

Novas notas de 100 e 200 euros entram em circulação na terça-feira e completam série Europa

106

Novas notas têm a mesma cor, mas menor dimensão. Contam com novos elementos de segurança e concluem a implementação das notas da série Europa.

ARMANDO BABANI/EPA

Autor
  • Agência Lusa

As novas notas de 100 e 200 euros entram em circulação a partir de terça-feira, com a mesma cor, mas menor dimensão e com novos elementos de segurança, concluindo a implementação das notas da série Europa.

Com a entrada em circulação das novas notas de 100 e 200 euros fica concluída a implementação da série Europa do euro, que se iniciou em 2013, e que decorreu de forma gradual, ao longo de vários anos e por ordem crescente de denominação das notas.

A primeira nota da série Europa, de cinco euros, entrou em circulação, em Portugal e nos restantes países do euro, em 02 de maio de 2013, seguindo-se a nota de 10 euros, em 23 de setembro de 2014, e a nota de 20 euros, em 25 de novembro de 2015.

A nota de 50 euros, por seu turno, entrou em circulação em 04 de abril de 2017 e a série Europa não terá a denominação de 500 euros. As novas notas de 100 e 200 euros têm menos cinco milímetros de altura em comparação com as notas da primeira série do euro, tendo o mesmo tamanho das de 50 euros, o que facilita o seu manuseamento.

“Sendo da mesma largura, as notas de 50, 100 e 200 euros podem agora ser tratadas e processadas com mais facilidade pelas máquinas. Além disso, cabem melhor nas carteiras de quem as utiliza e têm maior durabilidade, visto que estarão sujeitas a menor desgaste e deterioração”, indica o Banco Central Europeu (BCE) no seu ‘site’.

Contudo, o comprimento das notas fica inalterado e, “quanto maior é o comprimento, mais elevado o valor da nota”, frisa a entidade liderada por Mario Draghi. O BCE apresentou as novas notas de 100 e 200 euros ao público em 17 de setembro de 2018.

As novas notas contêm elementos de segurança novos e inovadores, e, à semelhança das outras denominações, permitem atestar a sua genuinidade através do método “tocar, observar e inclinar”.

As novas notas têm um holograma-satélite na parte superior da banda prateada que expõe pequenos símbolos do euro (Euro) que se movem em torno dos algarismos representativos do valor da nota e que se tornam mais nítidos quando são expostos a luz direta.

A banda prateada exibe também um retrato de Europa (figura mitológica grega que deu origem ao nome do continente europeu), o motivo arquitetónico e um símbolo do euro de grande dimensão. As novas notas de 100 e 200 euros incluem igualmente um número esmeralda melhorado.

“Se bem que o número esmeralda esteja presente em todas as restantes notas da série ‘Europa’, esta versão melhorada exibe também símbolos do euro dentro dos algarismos representativos do valor da nota”, frisa o BCE.

As novas notas mantêm os desenhos de estilo arquitetónico, com as notas de 100 a manterem a cor verde e o desenho em estilo barroco e rococó e as de 200 a continuarem com cor amarelo torrado e a retratar a arquitetura em ferro e vidro do século XIX. As novas notas vão circular em simultâneo com as antigas, não sendo necessário trocar as notas antigas.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)