O romance inequívoco entre Eden Hazard e o Real Madrid não é novo, sempre foi recíproco mas foi ficando incompleto. Esta temporada, em que foi orientado por um treinador que não teve grandes reservas em afirmar que o médio belga deveria ser libertado no final da época se assim o pretendesse, o amor entre Hazard e os merengues vai finalmente ser assumido, confirmado e vivido na sua plenitude. Esta quarta-feira, na final da Liga Europa, o belga marcou dois golos, foi crucial para a conquista europeia do Chelsea e terá realizado o último jogo pelo clube inglês. A probabilidade tornou-se praticamente certeza com as declarações finais de Hazard, ainda no relvado do Olímpico de Baku, em que deixou pouco entregue à imaginação.

“Acho que é um adeus, é o momento para um novo desafio. Vai ficar tudo decidido dentro de alguns dias mas o único objetivo na minha cabeça era ganhar esta final. Já tomei a minha decisão e agora estou à espera de ambos os clubes. O meu sonho era jogar na Premier League e já o fiz, por um dos maiores clubes, por isso talvez seja o momento de um novo desafio”, disse o jogador de 28 anos, que sublinhou ainda que esta saída esteve para acontecer no final da temporada passada, “depois do Mundial”, mas acabou por não se realizar.

A honestidade de Hazard não é novidade, até porque já esta quinta-feira, em declarações ao Daily Mail, o belga deixou bastante claro que quer deixar Londres, o Chelsea e o futebol inglês. “Os meus irmãos trocaram de clube, falto eu…veremos onde estarei na próxima época. Sou blue, jamais iria para outro clube da Premier League. Podia ter assinado pelo Manchester United, pelo Manchester City ou pelo Tottenham mas acho que tomei a decisão certa”, revelou o médio. O ainda jogador do Chelsea referia-se então aos dois irmãos mais novos: Thorgan, de 26 anos, que trocou o Borussia Mönchengladbach pelo Borussia Dortmund, e Kylian, de 23, que estava cedido pelos blues ao Cercle Brugge e foi contratado em definitivo pelo emblema belga.

A verdade é que os “alguns dias” de que Hazard falou após o final do jogo desta quarta-feira podem ser apenas até segunda-feira, já que a imprensa espanhola garantia esta semana que o Real Madrid já fechou negócio com o Chelsea e está a preparar uma apresentação no Santiago Bernabéu à escala daquela que teve Cristiano Ronaldo como protagonista em 2009. A confirmar-se, Eden Hazard deixa oficialmente na próxima segunda-feira o clube que representou nas últimas sete temporadas, período em que se tornou a figura maior do emblema londrino e conquistou duas vezes a Premier League, duas vezes a Liga Europa e ainda ganhou uma Taça de Inglaterra. O médio despede-se de Stamford Bridge depois de ter realizado a segunda temporada mais concretizadora da carreira (marcou 21 golos em todas as competições) e de se ter tornado o primeiro número 10 a bisar numa final da Taça UEFA ou da Liga Europa desde 1993. É o fim de uma era no Chelsea que ainda não tem sucessão assegurada. O futuro de Hazard, esse, estará mais do que acertado.