Rádio Observador

Mobilidade urbana

BMW lança três trotinetes. A eléctrica custa 800€

À semelhança de outros fabricantes automóveis, também a BMW quer ter uma palavra a dizer na micromobilidade. Em Setembro, lança a sua primeira scooter eléctrica - dobrável e com 12 km de autonomia.

Em cooperação com a Micro Mobility Systems AG, responsável pela criação da Micro Scooter, a BMW estreou-se num segmento cada vez mais em voga, o das trotinetes eléctricas. A E-Scooter, assim se chama o produto desta parceria, chegará a concessionários seleccionados já no próximo mês de Setembro, tendo fixado 799€ como preço de venda recomendado ao público.

Exibindo o design em preto fosco da Micro, o que até acaba por realçar o azul clássico do logótipo da BMW, a primeira scooter eléctrica de Munique integra um motor de 150 watts e uma bateria de iões de lítio, carregável em duas horas, sob o apoio dos pés e na roda traseira. Anuncia 12 km de autonomia e uma velocidade máxima de 20 km/h, tendo a seu favor o facto de ser mais leve que o standard do mercado. Mas aos 9 kg alia ainda a vantagem de ser dobrável, o que permite ao utilizador arrumá-la com mais facilidade.

Mas as novidades não se ficam por aqui. Aproveitando a ligação à Micro Mobility Systems, a BMW propõe igualmente uma trotinete citadina, por isso mesmo denominada de City Scooter. Segundo a marca, esta destaca-se pela base baixa com descanso integrado, oferecendo um mecanismo seguro de dobra e fixação triplo que não só facilita o transporte para qualquer lado, como simplifica a tarefa de arrumação. Custa 200€.

E, para que os mais novos possam acompanhar os pais nestas andanças desde tenra idade, o construtor apresenta a Kids Scooter, proposta por 120€. Trata-se de uma trotinete indicada para crianças com mais de 3 anos, mas que “cresce” com eles. O banco onde se podem guardar brinquedos pode ser retirado, sendo a altura do guiador ajustável até aos 12 anos.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: scarvalho@observador.pt
Estilo de Vida

Um vício anacrónico

Rui Martins

Num padrão de vida urbano, com uma saída de fim-de-semana por mês e trabalhando e vivendo em Lisboa, ter carro e não o substituir pelo transporte público ou mobilidade partilhada é um vício anacrónico.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)