A GNR anunciou esta quinta-feira a detenção de um homem de 67 anos, em Castelo Branco, suspeito da prática de um crime de incêndio florestal.

Em comunicado, o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR explica que a detenção ocorreu na terça-feira, após o alerta para um incêndio florestal.

“Os militares deslocaram-se de imediato ao local, acabando por deter o suspeito que se encontrava a realizar uma queima de sobrantes, tendo o mesmo perdido o controlo do fogo, propagando-se a uma área de pasto”, lê-se na nota.

Segundo a GNR, o detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Castelo Branco.