Haver uma invasão de campo na final da Liga dos Campeões ou do Campeonato do Mundo já não é propriamente a coisa mais estranha. Aliás, basta ver o que se passou no ano passado: nos últimos minutos do Real Madrid-Liverpool, por acaso num lance onde Cristiano Ronaldo tinha tudo para marcar também o seu golo, um intruso acabou por inviabilizar a jogada perante os braços levantados do português que nem queria acreditar no que se estava a passar (logo ele, que tantas vezes já acolheu de forma cordial quem entra no campo sem licença); no Croácia-França, o “ataque” de um grupo de homens e mulheres vestidos de agentes da polícia no Luzhniki, em Moscovo, acabou reivindicado pelas Pussy Riot, que foram mais tarde condenadas pelo ato.

Os astros alinharam-se com Origi e escreveram no céu “You’ll Never Walk Alone” (a crónica do Tottenham-Liverpool)

No entanto, a invasão nesta final da Champions teve mais história do que uma simples invasão e começa no jogo decisivo do Mundial de 2014, no Brasil, entre Alemanha e Argentina: Vitaly Zdorovetskiy, um russo que tem um canal para adultos no Youtube onde o objetivo é pregar as melhores partidas (grande parte delas de cariz sexual), entrou no relvado e chegou mesmo a tentar dar um beijo ao defesa germânico Höwedes, antes de ser levado para fora das quatro linhas pelos assistentes de recinto. Cinco anos depois, aquilo que aconteceu está também ligado ao comediante de Leste.

Invasão aconteceu pouco depois do primeiro quarto de hora, com Kinsey Wolanski a chegar à zona do meio-campo (David Ramos/Getty Images)

Pouco depois do primeiro quarto de hora, uma mulher com um fato de banho preto deu nas vistas ao entrar no relvado do Wanda Metropolitano antes de ser agarrada pelos stewards presentes no relvado. Na parte da frente tinha as palavras “Vitaly Uncensored”. Numa primeira instância, e para os menos conhecedores, ainda se pensou que fosse a promoção a uma marca ou algo do género mas uma rápida pesquisa foi ter a Vitaly Zdorovetskiy: esse é o nome do seu canal para adultos no Youtube, que apela às pessoas que façam partidas, muitas vezes com nudez à mistura. E a invasora era mesmo a namorada do russo, Kinsey Wolanski, de 22 anos, que ficou conhecida inicialmente pela carreira como modelo mas que entrou também num filme este ano.

De acrescentar que, depois do Mundial de 2014, Vitaly Zdorovetskiy ficou banido de entrar em recintos desportivos (até porque, antes de fazer essas invasões, tinha por costume gravar toda a preparação e os momentos que antecediam a invasão, o que fez com que tivesse uma pena ainda mais dura) mas ainda assim continua a aproveitar os grandes momentos desportivos para colocar o nome do seu canal no Youtube (que já teve 1,6 mil milhões de visualizações) nas bocas do mundo. Pouco depois desse momento em Madrid, o russo escreveu nas redes sociais sobre o episódio, confirmando que se tratava da sua namorada.