A E-Primatur vai publicar, neste mês de junho, o terceiro volume das obras completas do surrealista português Mário-Henrique Leiria. Manifestos, Textos Críticos E Afins é, nas palavras da editora, um “retrato de Portugal e do mundo visto por um autor diferente de uma forma diferente”.

O livro reúne, como o próprio nome indica, manifestos, críticas, cartas e outros textos que não se enquadram em nenhuma categoria, em que o autor “opina sobre tudo e sobre todos”. “A perspetiva da análise política, social e artística é sempre corrosiva e incómoda (e muito divertida) e permite pela primeira vez ao leitor português uma leitura mais abrangente sobre o homem e a sua obra”, refere a E-Primatur no seu site.

O volume será apresentado este sábado, pelas 17h, na Feira do Livro de Lisboa, por Cruzeiro Seixas. O artista estará à conversa com a organizadora de Manifestos, Textos Críticos E Afins, Tania Martuscelli, na Praça Laranja do evento, que decorre até 16 de junho no Parque Eduardo VII.

Este trata-se do último volume da coleção de obras completas de Mário-Henrique Leiria, iniciada pela E-Primatur em 2017 com a publicação da ficção do escritor surrealista, seguida da poesia. No seu conjunto, os três livros mostram a diversidade de temas e formatos explorados pelo autor, sobretudo conhecido pelos famosos Contos do Gin-Tonic.

Leiria nasceu em 1923 e morreu em 1980. “Expoente máximo do surrealismo” português, foi “um obreiro das literaturas alternativas, quer como escritor, experimentalista sempre, brilhante eternamente”, resume a E-Primatur. “Autor de culto, é certamente uma das vozes mais originais e invulgares das letras lusas do século passado.” E agora a sua obra literária está novamente disponível.