Rádio Observador

Hackers

Tribunal da Relação de Lisboa mantém Rui Pinto em prisão preventiva

209

O tribunal diz que há o risco de Rui Pinto fugir do país ou continuar a atividade criminosa se for libertado. O tribunal negou assim o recurso apresentado pela defesa do hacker.

Rui Pinto está em prisão preventiva desde 22 de março

RODRIGO ANTUNES/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) decidiu esta quinta-feira manter em prisão preventiva Rui Pinto, colaborador do Football Leaks, negando assim provimento ao recurso apresentado pela defesa do arguido.

Face aos factos fortemente indiciados no processo e correspondentes crimes e havendo, caso fosse libertado, concretos perigos de fuga, de continuação da atividade criminosa e de perturbação do decurso do inquérito, só a medida detentiva aplicada se revela ser a adequada”, explicou à agência Lusa fonte do TRL.

Em prisão preventiva desde 22 de março, Rui Pinto, de 30 anos, foi detido na Hungria e entregue às autoridades portuguesas, com base num mandado de detenção europeu, estando indiciado pela prática de quatro crimes: acesso ilegítimo, violação de segredo, ofensa à pessoa coletiva e extorsão na forma tentada.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)