Um homem foi detido esta terça-feira no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, após ter embarcado num voo da Ryanair e gritado que tinha colocado uma bomba a bordo do avião. Mas tudo não terá passado de um falso alarme, avança o Correio da Manhã, que afirma que o tráfego esteve interrompido apenas durante 15 minutos e que já foi normalizado.

De acordo com o Correio da Manhã, o homem detido é um italiano de 26 anos. O voo tinha chegado de Bergamo, Itália, e aterrou numa zona de segurança, garantiu ao Correio da Manhã a ANA – Aeroportos de Portugal. O avião esteve isolado enquanto se efetuavam as perícias ao aparelho, mas entretanto já regressou às pistas normais do aeroporto do Porto e está apto a voar novamente.

Todos os passageiros permaneceram a bordo do aparelho enquanto esteve a ser alvo de buscas. A ameaça terá sido feita por volta das 15h30 quando o avião se aproximava da pista de aterragem, mas ainda estava no ar. Agora, o suspeito foi levado pela Polícia de Segurança Pública (PSP) para a esquadra do Aeroporto.