Um senador do departamento francês Bouches-de-Rhône, cuja capital é Marselha, quer criar uma polícia especial para combater o problema dos edifícios insalubres. Bruno Gilles entregou uma proposta de lei na noite de terça ao Senado, numa iniciativa que surge sete meses após o colapso de dois prédios na rua Aubagne, em Marselha, que vitimou oito pessoas.

Bruno Gilles espera agora que a Assembleia Nacional aprove “rapidamente” a proposta de lei, já que, na sua opinião, a luta contra as habitações insalubres reflete “uma visão de dignidade humana que todos nós partilhamos”. A senadora socialista Samia Ghali, que também representa Bouches-du-Rhône, acrescentou que em França existem 400.000 a 2.8 milhões de residências indignas ou potencialmente indignas.

A proposta tem em conta a criação de uma “polícia habitacional especial” para resolver todos os casos de habitações degradadas, sejam estes edifícios em perigo ou insalubres, escreve o Le Monde. A proposta tornaria ainda obrigatória a realização de um diagnóstico a propriedades com mais 15 de anos.

O ministro francês da Habitação, Julien Denormandie, disse entretanto que “muitas coisas” estavam “na direção certa”, mas que a proposta de lei poderia ainda ser “enriquecida”.