Um acidente de viação causou ferimentos graves nas duas pernas a um militar português que está a ser assistido pela equipa de médicos da Força Aérea.

A informação consta num comunicado publicado no site do Estado-Maior das Forças Armadas.

“Durante a tarde de hoje [quinta-feira], um soldado do Exército português pertencente à força de reação rápida portuguesa em missão na República Centro-Africana, ao serviço das Nações Unidas, sofreu um traumatismo grave nas duas pernas, na sequência de um acidente de viação”, lê-se no comunicado, que acrescenta que “a família do militar já foi informada”.

O acidente aconteceu enquanto os militares faziam um “trajeto logistico” junto à região de Bouar, situada a 350 quilómetros a noroeste da capital do país. Houve um despiste e isso levou ao capotamento de uma das viaturas táticas ligeiras blindadas HMMWV, vulgarmente conhecidas por “Humvee”.

Desconhecem-se ainda as causas do acidente, mas a forte precipitação que assola a região, bem como o estado altamente precário da rede viária, poderão ter sido causas contributivas para o despiste”.

O militar está a ser acompanhado pelos médicos da Força Aérea, que estão em “estreita ligação” com os clínicos do Hospital das Forças Armadas em Portugal.