Rádio Observador

Governo

Decreto sobre compra do SIRESP “está para promulgação nos próximos dias”

Marcelo respondeu que "o diploma está para promulgação nos próximos dias", quando foi questionado sobre a compra da parte dos operadores privados, Altice e Motorola, no SIRESP.

O SIRESP é detido em 52,1% pela PT Móveis e 14,9% pela Motorola Solutions, sendo 33% da Parvalorem.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Presidente da República afirmou esta sexta-feira que o decreto-lei do Governo sobre a compra do Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP) já chegou a Belém e “está para promulgação nos próximos dias”.

Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre a compra do SIRSEP em declarações aos jornalistas, num hotel de Abidjan, no final da sua visita de Estado à Costa do Marfim, e respondeu que sabe que o diploma “já está na Presidência da República”.

“É uma matéria que eu tenho acompanhado, naturalmente, com atenção. Não me vou pronunciar sobre ela aqui fora de território português. Mas conheço do que se trata, sei qual é a solução a que se chegou e, portanto, o diploma está para promulgação nos próximos dias”, acrescentou.

O Estado comprou por sete milhões de euros a parte dos operadores privados, Altice e Motorola, no Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança (SIRESP), anunciou o Governo na quinta-feira.

O decreto-lei aprovado em Conselho de Ministros “transfere integralmente para a esfera pública” as funções relacionadas com a gestão, operação, manutenção, modernização e ampliação da rede SIRESP, e também a estrutura empresarial.

A transferência será feita em 01 de dezembro de 2019 e o Estado irá pagar sete milhões de euros, correspondentes a 33.500 ações, afirmou, no final da reunião, o secretário de Estado do Tesouro, Álvaro Novo.

O SIRESP é detido em 52,1% pela PT Móveis (Altice Portugal) e 14,9% pela Motorola Solutions, sendo 33% da Parvalorem (Estado).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Serviços públicos

O melhor dislate do ano

Fernando Leal da Costa

Que mania, a dos nossos concidadãos, que insistem em usar os serviços que lhes disseram ser públicos. E, logo que precisam, vão todos ao mesmo tempo. É muito irritante.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)