Com as contas nas divisões profissionais, chegavam também as últimas decisões nos escalões mais baixos e com especial enfoque para o Campeonato de Portugal, onde se jogavam este domingo as duas segundas mãos das meias-finais do playoff que valiam não só a presença na final da competição mas também a subida à Segunda Liga. Foi até ao fim, com muita emoção à mistura, mas Casa Pia e Vilafranquense conseguiram mesmo escrever páginas históricas no seu percurso por onde já passaram jogadores que chegariam a internacionais, alcançando pela primeira vez um lugar no segundo escalão do futebol nacional.

A primeira decisão conhecida da tarde veio dos Açores mas foi preciso esperar até ao apito final para se saber quem avançava para a promoção e respetiva presença no Jamor no próximo fim de semana. Depois do triunfo em Pina Manique frente ao Praiense por 1-0 com golo de Miguel Bandarra, os lisboetas deslocaram-se à Praia da Vitória, na ilha Terceira, para um encontro jogado em condições quase impossíveis face à chuva que alagou várias zonas do relvado e que teve Luciano Serpa a empatar a eliminatória logo aos dois minutos. Miguel Bandarra, de grande penalidade, fez o empate (55′), o mesmo Luciano Serpa apontou o 2-1 também de penálti aos 90′ e Itto Cruz ainda teve um livre indireto em posição favorável para fazer a reviravolta. Pelo meio, o Praiense, comandado pelo antigo jogador Agatão, teve um golo anulado e houve três expulsões.

Orientado por Luís Loureiro, médio formado no Sintrense que passou por Sp. Braga, Dínamo Moscovo e Sporting antes de uma passagem pelo Chipre e pelo Boavista, o Casa Pia conta com jogadores conhecidos como o brasileiro Evandro Roncatto, antigo avançado de Belenenses e P. Ferreira que chegou a ser campeão mundial Sub-17 quando estava no Guarani; José Embaló, primo do ex-avançado de Sporting e Benfica Yannick Djaló que passou por Chipre, Roménia, Islândia e Polónia; Bruno Simão, central experiente que é irmão do esquerdino David Simão e passou por seis ligas estrangeiras; ou Ivan Dias, irmão do central do Benfica Rúben Dias (também ele é central) que esta tarde foi expulso no decorrer da segunda metade.

Mais tarde, por ter sido decidido apenas no desempate por grandes penalidades, o Vilafranquense conseguiu também vencer num Campo do Cevadeiro a rebentar pelas costuras para um dia que seria mesmo histórico. Depois do empate a um golo na primeira mão, com Ivo Vieira a marcar para o conjunto de Vila Franca de Xira e Carlos Daniel a empatar para a U. Leiria, Kelvin ainda deu vantagem aos visitados (49′) mas, apenas quatro minutos depois, Helinho fez o empate (63′). Sem golos no prolongamento, a decisão foi mesmo para penáltis e os leirienses, com duas tentativas falhadas, caíram por 4-2.

Treinado por Filipe Moreira, que substituiu Vasco Matos, o Vilafranquense contou também nos seus quadros com nomes conhecidos que ajudaram a equipa à subida de divisão, caso do avançado Tocantins, que se destacou no Estoril em 2016/17; Lucas Morelatto, médio de 25 anos formado no Palmeiras onde se cruzou na formação com nomes como Gabriel Jesus (Manchester City), Carlos Vinicius (Mónaco, depois de ter começado a última época no Rio Ave), João Pedro (lateral do FC Porto); e os experientes Luís Pinto – que passou por Moreirense ou Desp. Chaves – e China, lateral esquerdo formado no Sporting que deu nas vistas como sénior na Naval e no Belenenses antes de vários anos na Ucrânia e no Chipre.

Curiosamente, num e noutro caso também houve momentos menos felizes ao longo da temporada: o Casa Pia foi castigado com perda de seis pontos numa altura em que José da Paz era treinador por Rúben Amorim, que também estava no banco, ter dado indicações, mas a decisão foi anulada pelo Tribunal Arbitral do Desporto, que restituiu os mesmos pontos que valeram à equipa a reentrada nos lugares que permitiam discutir a subida de divisão; no Vilafranquense, que tem Luiz Andrade, antigo líder da SAD do Desp. Aves (onde ganhou uma Taça de Portugal) como presidente da sociedade, chegou a haver uma ameaça de greve por ordenados em atraso mas com o pagamento de dois dos três meses de atraso a situação foi solucionada.