Pelo menos 49 pessoas morreram nas últimas 24 horas no estado de Bihar, no norte da Índia, em consequência de uma vaga de calor que há vários dias regista temperaturas de cerca de 45 graus centígrados.

Segundo as autoridades, as vítimas são da região de Magadh, em seca acentuada há várias semanas.

Vijay Kumar, da autoridade de saúde pública local, precisou que as 49 mortes foram em três distritos.

“Houve um agravamento súbito no sábado à tarde. Pessoas que sofreram golpes de calor foram transportadas para diferentes hospitais, a maior parte morreu no sábado à noite, alguns domingo de manhã, enquanto recebiam tratamento”, disse o responsável à AFP.

Outras quatro dezenas de pessoas estão hospitalizadas, acrescentou.

A maioria das vítimas mortais tinha mais de 50 anos e, quando foi hospitalizada, apresentava febre alta, diarreia e vómitos.

O chefe do governo regional de Bihar, Nitish Kumar, anunciou que as famílias das vítimas vão receber, cada uma, uma compensação de 400.000 rupias (cerca de 5.000 euros).

Grande parte do norte da Índia é assolado há mais de duas semanas por uma vaga de calor com temperaturas extremas, que atingem, no caso do estado do Rajastão, mais de 50 graus.

Em 2015, uma vaga de calor fez mais de 3.500 mortos na Índia e no Paquistão.