O empresário francês Patrick Drahi, dono da Altice, comprou a leiloeira Sotheby’s, uma operação no valor de 3,7 mil milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros), segundo um comunicado divulgado esta segunda-feira.

O acordo definitivo foi assinado entre a Sotheby’s e a BidFair USA, uma entidade detida a 100% pelo colecionador de arte e líder do grupo de telecomunicações e media Altice, devendo a transação estar concluída no quarto trimestre deste ano, indicou a agência France Presse.

As ações da Sotheby’s registavam uma subida de mais de 56% na bolsa de Nova Iorque, minutos depois da abertura da sessão. O empresário francês ofereceu 57 dólares por ação, ou seja, 61% mais do que o preço dos títulos da Sotheby’s no encerramento da bolsa de Nova Iorque na sexta-feira.

O Patrick Drahi é um dos mais respeitados empresários do mundo, e em nome de toda a equipa da Sotheby’s quero dar-lhe as boas-vindas à família. Esta aquisição vai dar à Sotheby’s a oportunidade de acelerar o programa de iniciativas de crescimento dos últimos anos num ambiente privado mais flexível”, explicou Tad Smith, CEO da leiloeira.

Drahi conta financiar a transação com financiamentos do BNP Paribas e com fundos próprios, precisando que “não tenciona vender partes da Altice Europa”, mas pondera vender ações da Altice USA no valor de 400 milhões de dólares até ao fim do ano.

Em comunicado, Patrick Drahi afirmou que faz este investimento “numa perspetiva de longo prazo”, garantindo que a indústria de telecomunicações e media continuará a ser a sua prioridade.