Rádio Observador

Marinha Portuguesa

Fragata “Corte-Real” comanda força no maior exercício naval organizado por Portugal

117

O exercício envolve as Marinhas de França, Itália, Portugal e Espanha. As nações assumiram um compromisso de segurança marítima. O exercício começou esta segunda-feira e dura até dia 28 de junho.

MANUEL MOURA/LUSA

A fragata Corte-Real vai comandar a Força Naval Europeia (EUROMARFOR) no maior exercício naval organizado pela Marinha Portuguesa em 2019, o CONTEX-PHIBEX, que vai decorrer até 28 de junho.

O exercício, que envolve as Marinhas de França, Itália, Portugal e Espanha, iniciou-se esta segunda-feira com uma cerimónia presidida pela secretária de Estado da Defesa Nacional, Ana Santos Pinto, e será encerrado pelo ministro da tutela, João Gomes Cravinho, no próximo dia 28.

Na cerimónia, os países participantes assumiram o compromisso de cooperação em prol da segurança marítima, segundo um comunicado divulgado pela Marinha portuguesa.

No CONTEX-PHIBEX, a força naval europeia irá participar num calendário de eventos destinados a “melhorar a sua prontidão, competências e capacidades, bem como para manter os níveis de interoperabilidade entre as Marinhas, enfrentando todas as possíveis ameaças à segurança marítima comum”.

Esta 42ª ativação será liderada pelo comandante Salvado de Figueiredo, com o seu Estado-Maior internacional embarcado na fragata portuguesa “Corte-Real”. Após o exercício, a força partirá para Marrocos, onde irá cooperar e treinar com a Marinha Real Marroquina, no âmbito da segurança marítima comum.

Portugal assumiu a partir de 19 de setembro de 2017, por um período de dois anos, o comando rotativo da EUROMARFOR, atualmente comandada pelo vice-almirante Gouveia e Melo, comandante Naval da Marinha Portuguesa.

Esta força naval multinacional é ativada especificamente para o cumprimento de missões ou operações navais, aéreas e anfíbias, podendo, num curto espaço de tempo, constituir-se como uma força pronta para atuar e ser empregue em missões humanitárias e de salvamento, manutenção da paz, de combate em gestão de crises e restabelecimento da paz.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)