"Berardo que pondere se me quer como testemunha" - como aconteceu

Antigo governador do Banco de Portugal diz não acreditar em teorias da conspiração mas pergunta: "a quem aproveitam as calúnias". A "uma pessoa: José Berardo. Siga aqui em direto.

Por Edgar Caetano, Nuno Vinha