Vítima, como tantos outros novos modelos, de uma fuga de imagens antes da sua revelação oficial, eis que finalmente nos chegam – pelas vias institucionais – as primeiras imagens e informações referentes ao terceiro membro da Série 8. Depois do Coupé e do Cabrio, a BMW apresenta agora o Gran Coupé, a maior das suas berlinas desportivas.

As medidas assim o confirmam: com 5,08 metros de comprimento, o coupé de quatro portas tem mais 25 cm para se “estender” do que o Série 8 Coupé e o Série 8 Cabrio. Mas se é (evidentemente) grande de uma ponta à outra, também é mais alto que as outras duas carroçarias, medindo 1,41 m contra os 1,34 m. Significa isto que, se por um lado é mais baixo que um Série 3 (1,44 m), por outro, o facto de possuir maior altura do que o descapotável e o coupé Série 8 indicia que o acesso aos bancos posteriores se fará com maior facilidade, apesar de o Gran Coupé respeitar a linha descendente do tejadilho a partir do pilar B.

5 fotos

No interior há espaço a rodos, cortesia da generosa distância entre eixos, que cresce 20 cm face ao Coupé, totalizando 3,02 m. Naturalmente, quem sai mais beneficiado com esta métrica são os ocupantes dos lugares traseiros. Na bagageira, ao anunciar 440 litros de capacidade, o BMW perde claramente para os seus principais rivais, pois o Mercedes-AMG 4 Portas Coupé oferece 456 litros e o Porsche Panamera lidera, com uma volumetria de 495 litros.

24 fotos

Apesar do aumento das dimensões, a marca garante que o Gran Coupé pesa apenas mais 70 kg do que o Coupé, graças ao recurso a peças estruturais em plástico, devidamente reforçadas a fibra de carbono.

Como topo de gama que é, o equipamento disponível é extenso – quer o de série quer o opcional. À semelhança dos restantes Série 8, o Live Cockpit Professional materializa-se num display de 12,3 polegadas, enquanto a central multimédia assume a forma de um ecrã táctil de 10,25 polegadas.

12 fotos

Por altura do lançamento, o que em Portugal está previsto para Novembro, a oferta de motorizações será composta por duas alternativas a gasolina e uma a gasóleo. No primeiro caso, há o seis cilindros de 3,0 litros com 340 cv (840i) e o V8 de 4,4 litros com 530 cv (850i xDrive). O diesel fica representado pelo 840d xDrive, também um 3,0 litros, aqui a debitar 320 cv de potência. A tracção é sempre integral, excepto no 840i (tracção atrás) e a transmissão é automática com oito relações, com patilhas no volante para facilitar as passagens de caixa.