Um homem de 64 anos do condado inglês de North Yorkshire foi detido esta quarta-feira pela polícia de Dorset, que tem em mãos a investigação da morte do jogador de futebol Emiliano Sala. O homem é suspeito de homicídio involuntário do futebolista argentino. A informação foi avançada pela Sky News.

“Como parte da investigação temos de considerar se há provas de algum tipo de criminalidade suspeita. E na sequência dos inquéritos de hoje, quarta-feira, dia 19 de junho de 2019, detivemos um homem de 64 anos da zona de North Yorkshire por suspeita de homicídio por ato ilícito”, informou o inspetor Simon Huxter, da polícia de Dorset.

“Está a participar nos nossos interrogatórios e foi libertado sob custódia, mas continua sob investigação”, acrescentou Simon Huxter.

As autoridades afirmam que não vão divulgar a identidade do homem e pedem que não se especule sobre a mesma, para não prejudicar as investigações. “Como é prática comum, não vamos divulgar mais informação no que diz respeito à identidade do indivíduo detido, a não ser que essa pessoa seja acusada e compareça em tribunal”, adiantou a mesma fonte.

No dia 22 de janeiro, o avião privado em que o jogador viajava da cidade francesa para o País de Gales – onde iria atuar pelo Cardiff – desapareceu dos radares e despenhou-se no Canal da Mancha.

O corpo do avançado argentino foi encontrado duas semanas depois entre os destroços do avião. O corpo do piloto, David Ibbotson, continua desaparecido.

No dia do acidente, antes de levantar voo, Emiliano Sala tinha dito aos amigos que o avião não parecia estar em boas condições. Numa mensagem enviada pelo WhatsApp a amigos, o futebolista afirma que o aparelho “ia cair aos bocados” e que confessou o seu receio em voar na aeronave, construída em 1984.

Artigo atualizado às 20h25