Rádio Observador

Google

Google chumba propostas para combater assédio sexual

Os acionistas da Alphabet, empresa-mãe da Google, apresentaram 13 propostas para alteração de políticas internas relacionadas com várias questões sociais. Foram todas chumbadas.

As propostas foram apresentadas durante o encontro anual de acionistas

AFP/Getty Images

O conselho de administração da Alphabet, a empresa-mãe da Google, chumbou as propostas dos acionistas para a alteração das políticas internas relativamente a acusações de assédio sexual e outras preocupações de caráter social.

Apesar dos protestos dos trabalhadores, nenhuma das 13 propostas apresentadas durante o encontro anual de acionistas, que incluíam também a aplicação de “práticas de emprego equitativas”, foram aprovadas. De acordo com o The Guardian, em cima da mesa estavam também questões éticas relacionadas com os sistemas de inteligência artificial e a sua utilização, o tratamento dado aos trabalhadores da empresa sediada na Califórnia e a atividade da Alphabet na China.

Em novembro de 2018, funcionários da Google fizeram greve contra a má conduta da empresa em casos de assédio sexual e o tratamento desigual dado às mulheres e às minorias. A paralisação, em que terão participado cerca de 20 mil trabalhadores em várias partes do mundo, surgiu na sequência de várias notícias sobre casos de assédios cometidos por executivos. Richard DeVaul, director da corporação X pertencente à Alphabet, foi um dos acusados.

Pouco tempo depois, a Google acabou com a política de arbitragem obrigatória nestes casos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)