O tenista português João Sousa foi esta quarta-feira eliminado nos oitavos de final do torneio ATP 500 de Halle, na Alemanha, em relva, ao perder com o croata Borna Coric, o detentor do título.

João Sousa, 71.º do ranking mundial, perdeu com Coric, 14.º da hierarquia e quarto cabeça de série, em três sets, pelos parciais de 7-6 (7-4), 5-7 e 7-6 (7-4), num embate que durou duas horas e 56 minutos.

O tenista luso, que na primeira ronda tinha afastado o polaco Hubert Hurkacz, 53.º ATP, foi o primeiro a conseguir um break no primeiro set, ao sexto jogo, mas o croata respondeu logo no sétimo e não mais se verificaram pontos de break.

No tie-break, João Sousa também logrou o primeiro mini break, para liderar por 2-0, mas não logrou mais nenhum, enquanto Coric materializou dois, o suficiente para vencer por 7-4.

O português, depois de salvar dois pontos de break logo no segundo jogo, também foi o primeiro a quebrar o adversário no segundo set, ao 11.º jogo, adiantando-se para 6-5 ao quarto ponto de break, para, depois, fechar com 7-5.

No terceiro set, o vimaranense não enfrentou um único ponto de break e conquistou quatro, um logo no jogo inicial e três no sétimo, mas não concretizou nenhum e tudo se decidiu novamente no tie break.

O português entrou melhor e, com o primeiro mini break, chegou a liderar por 4-2, para, depois, cometer vários erros não forçados e cair por 7-4, com Coric a ganhar os últimos cinco pontos.

O croata continua, assim, na luta pela revalidação do título, depois de em 2018 ter batido na final o suíço Roger Federer, que tentava o 10.º cetro, por 7-6 (8-6), 3-6 e 6-2.