Rádio Observador

Dívida Pública

Custo da dívida pública emitida até maio regista mínimo histórico desde 2010

252

O custo da dívida emitida por Portugal entre janeiro e maio fixou-se em 1,5%, um mínimo histórico desde 2010, segundo o boletim mensal do IGCP - Agência de Gestão de Tesouraria e da Dívida Pública.

LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O custo da dívida emitida por Portugal entre janeiro e maio fixou-se em 1,5%, um mínimo histórico desde 2010, segundo o boletim mensal do IGCP — Agência de Gestão de Tesouraria e da Dívida Pública.

De acordo com dados divulgados esta sexta-feira por esta entidade pública, o custo médio da divida emitida por Portugal passou de 4,5% em 2010 para 5,8% em 2011, a ano a partir do qual entrou num ciclo decrescente.

Só entre 2017 e 2018, o custo passou de 2,6% para 1,8%.

Por sua vez, o custo do ‘stock’ da dívida fixou-se em 2,8% em 2018, o valor mais recente e também o mais baixo desde 2010.

Segundo os dados da agência que gere a dívida pública, desde 2010, o máximo do custo do ‘stock’ foi atingido em 2011 (4,1%).

Em 30 de maio, Portugal colocou dois mil milhões de renmimbi (260 milhões de euros) em ‘Panda Bonds’ a três anos com juros anuais de 4,09%.

Segundo um comunicado divulgado na altura, na página de internet do IGCP a procura dos investidores pelos títulos “foi forte”, 3,165 vezes o montante colocado, tendo permitido rever em baixa a taxa de juro para 4,09%.

Esta operação de ‘Panda Bonds’ foi a primeira emissão em moeda chinesa de um país da zona euro e a terceira de um país europeu.

Com esta operação Portugal acedeu ao terceiro maior mercado de obrigações do mundo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)