Três turistas da Malásia descobriram na quinta-feira uma mini-câmara que estava escondida na casa-de-banho das mulheres num alojamento local, em Leça do Balio, Matosinhos.

As raparigas alugaram o apartamento através da plataforma Booking e estavam hospedadas desde quinta-feira. Descobriram o aparelho à noite e chamaram a polícia por volta das 2h00 da madrugada. A PSP esteve no local e removeu a câmara, que estava instalada por cima de um lavatório. O aparelho teria uma ligação wireless e era possível ativá-lo remotamente, segundo o Jornal de Notícias.

“Encontrámos a câmara na casa de banho no apartamento. Foi um momento realmente super prejudicial. Eu quero ir embora, mas tenho medo de perturbar o dono da casa. O senhor da casa é tão amigável e não dá para acreditar completamente”, escreveu Rubee Woo, a rapariga que denunciou o caso no Facebook. “Quando fomos embora o dono da casa não se atreveu a olhar para nós”, acrescentou.

在porto的第一個晚上我們在公寓裡的廁所位置發現了針孔相機那一刻真的超級害拍想離開但害怕驚動到屋主因為屋主就住在我們的樓下由於已是凌晨12點多嘗試打了很多電話求助終於皇天不負有心人 打通一家警察局警察英文不太好…

Posted by Rubee Woo on Thursday, June 20, 2019

A rapariga diz que quer ver o responsável ser castigado mas teme que nada seja feito. “Eu sinto que eles não vão conseguir fazer nada. Não queremos ser vítimas de bullying por sermos asiáticas”, destaca. A turista explica que a polícia teve dificuldade em comunicar em inglês e que viu os agentes e o dono do apartamento a conversarem e a fumarem juntos.

Ao Jornal de Notícias, o dono do alojamento — Paulo — admitiu ter instalado a câmara naquele local. Terá dito que o objetivo era evitar danos na cozinha e no terraço daquele alojamento. Já ao Público, o engenheiro eletrotécnico de 47 anos disse “não saber” como a câmara apareceu instalada na tomada. Adiantou estar “a tentar descobrir” a origem do incidente.

Fonte da PSP confirmou ao Observador que o caso está agora a ser investigado pelo Ministério Público.

No perfil do dono do apartamento na página do Airbnb, Paulo escreve o seu lema: “Não faças aos outros aquilo que não gostas que façam a ti”. Diz que gosta de viajar, ver filmes e bricolage. Acrescenta ainda que é sociável e não discrimina ninguém. O perfil foi entretanto apagado.

Atualizado às 19h20 com a informação de que o apartamento foi alugado através da plataforma Booking e não pelo serviço Airbnb