Rádio Observador

Museus

Museu municipal PO.RO.S de Condeixa-a-Nova atingiu os 35 mil visitantes em dois anos

O Museu PO.RO.S Portugal Romano, em Condeixa-a-Nova, atingiu os 35 mil visitantes em dois anos de funcionamento e tem a agenda de atividades culturais totalmente preenchida até ao final do ano.

PAULO NOVAIS/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O Museu PO.RO.S Portugal Romano, em Condeixa-a-Nova, atingiu os 35 mil visitantes em dois anos de funcionamento e tem a agenda de atividades culturais totalmente preenchida até ao final do ano, foi esta sexta-feira anunciado.

“Atingir este número em dois anos de funcionamento é uma visitação fantástica para um museu municipal”, congratulou-se o presidente do município do distrito de Coimbra, Nuno Moita, em declarações à agência Lusa.

O espaço de visitação do museu é complementado por iniciativas culturais, nomeadamente exposições, estando a decorrer atualmente o 2.º Salão Internacional de Arte, que junta, até 13 de julho, obras de mais de 60 artistas de diversos países, entre eles a portuguesa Anit.

Para trás ficaram várias mostras, entre elas uma sobre a antiga primeira-ministra Maria de Lurdes Pintassilgo, e outra intitulada “Mechane – Homens, Máquinas e Grandes Pedras”, em colaboração com o Exploratório de Coimbra, que abordava as técnicas de construção a partir do período megalítico.

Até ao final do ano, o destaque vai para uma exposição sobre a República, em outubro, e outra a seguir com artistas brasileiros de Ouro Preto (Minas Gerais), no Brasil, no âmbito de uma geminação que está a ser preparada entre os dois municípios.

Inaugurado em Condeixa-a-Nova, em maio de 2017, o PO.RO.S — Portugal Romano é um espaço museológico que permite ao visitante “experimentar e interagir com ambientes virtuais da época romana”, ajudando a recriar o modo de vida da vizinha Conímbriga, uma das maiores povoações do Império Romano em Portugal, através de inovadores sistemas multimédia.

Esta polivalência valeu-lhe a nomeação para os prémios ‘Heritage in Motion 2018’, atribuídos conjuntamente pela Academia Europeia de Museus, Europa Nostra e Europeana.

O Museu Portugal Romano em Sicó foi também distinguido pela Associação Portuguesa de Museologia com o primeiro prémio na categoria de ‘Aplicação de Gestão e Multimédia’.

Segundo o autarca Nuno Moita, o município de Condeixa-a-Nova está a efetuar uma reestruturação orgânica para criar uma unidade para a gestão dos museus do concelho, com o objetivo de, em “2020 ou 2021”, avançar para a constituição de uma empresa municipal para gerir os equipamentos culturais.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)