Uma unidade de transformação de cenouras pequenas para exportação vai instalar-se em Almeirim, distrito de Santarém, num investimento de 50 milhões de euros que vai criar 183 postos de trabalho, anunciou esta segunda-feira o município.

O contrato para a construção desta nova unidade vai ser assinado na terça-feira de manhã, no salão nobre dos Paços do Concelho de Almeirim, entre a empresa 52-Fresh e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), no âmbito de programas de incentivos fiscais e financiamento, na presença do secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, afirma a nota.

“O projeto integra-se na estratégia municipal de afirmação do potencial agroalimentar de Almeirim, presente na afirmação de produtos regionais como o melão, o tomate ou os vinhos brancos, na oferta gastronómica em que pontua a sopa da pedra e num conjunto de atividades associadas ao Mundo Rural”, acrescenta.

Segundo o município liderado por Pedro Miguel Ribeiro (PS), o processo, que demorou cerca de quatro anos a concretizar-se, além dos postos de trabalho que vai gerar, vai permitir criar “novos mercados para a agricultura deste concelho da Lezíria do Tejo”.

Para Pedro Ribeiro, o investimento da 52-Fresh e o recentemente anunciado pela Sumol+Compal, no total de cerca de 80 milhões de euros e mais 250 postos de trabalho, são exemplos de que “o caminho faz-se caminhando”.