Rádio Observador

Redes Sociais

Mercado de Matosinhos vai ser um estúdio de Instagram por um dia

507

O "Instagram Content Lab Day" vai juntar no dia 29 de junho os instagramers portugueses Kitato, Wandson Lisboa e João Bernardino no Mercado de Matosinhos para um laboratório criativo e gratuito.

No próximo sábado, dia 29, o Mercado Municipal de Matosinhos vai transformar-se num autêntico estúdio de Instagram. Três dos mais influentes instagramers nacionais, Kitato, Wandson Lisboa e João Bernardino, com uma audiência de cerca de 230 mil seguidos, vão dinamizar um dia de atividades ligadas à fotografia, ao vídeo e ao stop motion, onde todos são convidados a participar.

A proposta passa por fotografar, gravar, editar e publicar imagens do Mercado de Matosinhos, do nascer do sol ao final da tarde, mostrando o seu equipamento comercial classificado como Monumento de Interesse Público. A azáfama habitual das bancas de peixe, a fruta, os legumes, o feijão a granel e o talho, mas também a arquitetura e os projetos emergentes, como bicicletas, sushi, café ou o pão, serão protagonistas de um laboratório criativo, cujo resultado será partilhado no final do dia nas contas dos criativos convidados e nas redes sociais do mercado.

No mercado estarão uma designer, três influenciadores, uma tela que funcionará como uma folha em branco à espera de ser preenchida com a criatividade dos participantes e um estúdio improvisado de cinema de animação, no qual os vegetais, a fruta e os peixes ganharão uma nova vida em pequenos vídeos prontos a serem colocados na rede. A manhã será dedicada à fotografia e a tarde à edição, sendo o resultado do laboratório exposto ao fim do dia”, lê-se no comunicado da iniciativa que integram o programa municipal de dinamização e revitalização do comércio tradicional em Matosinhos.

Maria João Branco é professora de Cinema de Animação e Tecnologias Digitais da Escola Secundária Augusto Gomes e mestre em Animação Digital pela Universidade Católica do Porto, e vai ser responsável pelo estúdio de stop-motion no Instagram Contet Lab Day.

@joao.bernardino (99k)

João Bernardino é designer e tem no risco a principal bomba de oxigénio da sua galeria de fotografias nesta rede social. É um instagramer obstinado, cirúrgico na edição de fotografias e tem desenvolvido nos últimos anos diversos projetos de marketing digital, onde se destacam projetos para a Fujifilm e a Porto Cruz.

@kitato (80,3k)

Luís Octávio Costa é jornalista desde 1998 e à boleia da profissão viaja, escreve e fotografa cada vez mais. No Instagram vive desde 2011 e lá dentro gosta de virar o mundo do avesso. Em 2015 foi escolhido pelo Huffington Post como um dos dez mais criativos instagramers do mundo.

View this post on Instagram

Carl бuıʌıp ????

A post shared by Luís Octávio Costa (@kitato) on

Wandson Lisboa (79,8k)

Este brasileiro adotou o Porto como a sua primeira casa, mas é um pouco por toda a parte que o seu universo dá nas vistas. No mundo de Wandson Lisboa, designer gráfico, ilustrador e nativo digital de profissão os seres humanos são transformados em brinquedos, enquanto ganham emoções e vida própria.

View this post on Instagram

good morning! ????????????????

A post shared by Wandson Lisboa (@wandson) on

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)