A versão integral do comparativo entre estas quatro superberlinas vai ser revelada numa próxima edição do programa Top Gear mas, até lá e para nos deixar de água na boca, os ingleses divulgaram um pequeno excerto do vídeo. Gravado num aeródromo, em pista estiveram três modelos com motor a gasolina, com potências entre 431 e 510 cv, contra um quarto elemento com dois motores eléctricos que totalizam 480 cv, possuindo tracção às quatro rodas. A questão que se coloca, pelo menos neste vídeo inicial, é saber qual é o mais rápido numa prova de aceleração.

Para evitar que o Tesla vencesse com grande avanço sobre os adversários, o que aconteceria caso se tratasse de um arranque de 0-100 km/h, 0-200 km/h ou no quarto de milha (cerca de 402 metros), Chris Harris, o ensaiador de serviço, decidiu elevar a parada, propondo uma prova de arranque de meia milha. Isto equivale ir de 0 a 804 metros, distância que deverá permitir aos mais rápidos ultrapassar os 220 km/h.

Um comparativo motivado pelo tweet de Elon Musk, o CEO da Tesla

De recordar que o Model 3 Performance tem 480 cv, ou seja, mais 49 cv do que o BMW M3, mas menos 30 cv do que o Alfa e o Mercedes, ambos com 510 cv. Mas o Tesla tem um peso de 1.935 kg, muito mais do que os 1.635 kg do BMW, 1.695 kg do Alfa Romeo e 1.755 kg do Mercedes.

Com cada cavalo a “puxar” 4,0 kg, o Model 3 deveria perder facilmente para todos os rivais. É possível que as quatro rodas motrizes, o que consegue ao montar um motor por eixo, lhe assegurassem alguma vantagem nos primeiros metros, enquanto a concorrência optasse por perder tempo ao deixar patinar as rodas ou preferisse que o controlo de tracção modulasse a potência do motor. Mas, após os primeiros metros, os 3,32 kg/cv do Giulia deveriam permitir-lhe vencer, à frente dos 3,44 kg/cv do AMG C63S e dos 3,79 kg/cv do M3.

O Tesla arranca à frente e aí permanece, mas o Mercedes AMG começa a recuperar quando se aproxima a fasquia dos 200 km/h e acaba por ultrapassar o Model 3, em cima da linha de meta e pela margem mínima. Nada mau para a versão mais potente do Classe C, com um preço de 122.300€, a uma distância considerável dos 69.700€ do Tesla.

O terceiro mais rápido nos 804 metros é o Alfa Romeo Giulia Quadrifoglio, proposto por 100.600€, com o BMW M3 a ficar em 4º, ele que era o único que já não está em comercialização (aguarda-se a chegada do novo M3). Mas tendo como exemplo o M4, com mecânica similar mas carroçaria de apenas duas portas, pode estimar-se um preço em redor dos 118.000€.

Resta aguardar pelo programa de televisão, onde a Top Gear deverá também ter comparado a capacidade de travagem e a eficácia em curva.