Subiu para oito o número de turistas norte-americanos que morreram nos primeiros seis meses do ano de forma súbita na República Dominicana, enquanto passavam férias. A vítima mais recente é um homem de Nova Iorque, noticia a CNN. Vittorio Caruso morreu na segunda-feira passada e a família relatou que o homem de 56 anos ficou doente subitamente. As autoridades não confirmaram a causa de morte.

A Polícia Nacional da República Dominicana disse à CNN que Caruso morreu no hospital de Santo Domingo. De acordo com a mesma fonte, a vítima estava a receber tratamento médico desde o dia 11 de junho. A cunhada de Caruso diz que paragem respiratória ou ataque cardíaco estarão na origem da morte.

Caruso estava a desfrutar da reforma na República Dominicana, depois de ter vendido a pizzaria onde trabalhou durante 12 anos.

As autoridades dizem que estas mortes são eventos isolados. O FBI está na República Dominicana a ajudar as autoridades locais a fazerem testes toxicológico.