O recluso de 45 anos que fugiu este domingo do Hospital Egas Moniz, em Lisboa, onde estava internado há 15 dias sob vigilância, foi capturado em Santarém, avançou a SIC Notícias esta terça-feira. Segundo o Correio da Manhã, o suspeito tinha pedido para ir à casa de banho, tendo conseguido fugir pela janela do espaço.

À agência Lusa, José Semedo Moreira, diretor de serviços da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), confirmou que o homem estava internado naquele hospital, sob custódia de guarda prisional, desde o dia 8 de junho. O recluso aproveitou “uma deslocação aos sanitários para iludir a vigilância e sair por uma janela aí existente”.

Luís Mateus foi condenado a uma pena de seis anos por roubos e furtos e estava a cumprir a pena no Estabelecimento Prisional de Silves, em Faro. O suspeito estava internado no Hospital Egas Moniz há cerca de 15 dias, tendo antes estado no Hospital-Prisão de Caxias. Segundo o Correio da Manhã, a Direção-geral dos Serviços Prisionais emitiu um alerta para mais forças de segurança, com a descrição física e fotografia do preso.

Segundo José Semedo Moreira, foram feitas “as comunicações aos diferentes órgãos de polícia criminal e ao Ministério Público, estando a diligenciar-se no sentido da rápida recaptura do recluso”. O diretor de serviços da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais referiu ainda que já está decorrer um processo de inquérito.

O recluso será agora conduzido ao Hospital Prisional de São João de Deus em Caxias para avaliação clínica, seguindo-se os procedimentos legalmente previstos.

(Artigo atualizado às 17h05 desta terça-feira, com a informação de que o recluso já foi capturado)