Para dar início à sua ofensiva eléctrica, a Fiat Professional não foi de meias medidas e começou logo por aquele que é o seu recordista de vendas: o Ducato. A história deste furgão conta já com perto de quatro décadas (38 anos), mas o próximo capítulo advinha-se mais amigo do ambiente e dos baixos custos de utilização. Pelo menos, foi esta a mensagem passada aos jornalistas durante a apresentação da versão 2020 do Ducato, onde a marca da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) revelou quais serão as principais credenciais do primeiro modelo 100% eléctrico da Fiat Professional.

Para conceber e desenvolver a variante a bateria, a Fiat Professional tratou de ouvir quem habitualmente utiliza este tipo de veículos: os profissionais. Um ano de recolha de dados permitiu à FCA concluir que “mais de 25% do mercado já assume uma atitude BEV” e, mais do que isso, está à espera de veículos que lhe permitam fazer a transição para uma mobilidade mais sustentável. É aí que entra o Ducato Electric pois, até agora, a oferta “alternativa” da Fiat Professional recaía na versão Natural Power, movida a gás natural comprimido.

O Ducato Electric vai montar um motor eléctrico que debita 90 kW (122 cv) e 280 Nm de binário máximo. A alimentar a unidade eléctrica estará uma bateria de iões de lítio que permite ao furgão percorrer entre 220 e 360 km, mas a autonomia anunciada ainda é apurada de acordo com o antigo e (optimista) ciclo NEDC. Significa isto que, quando chegar ao mercado, o que acontecerá já em 2020, a homologação em WLTP deverá colocar a autonomia máxima do Ducato na casa dos 300 km.

Na antestreia mundial do Ducato Electric também não foi revelada a capacidade da bateria, nem especificado o tempo de carregamento previsto. Em contrapartida, ficou a garantia de que o volume de carga permanece inalterado, indo de 10 a 17 m3, para uma carga útil de até 1.950 kg – o melhor valor do mercado.

Como as pré-reservas vão abrir ainda no decorrer deste ano, é expectável que nessa altura a Fiat Professional revele mais dados acerca do seu furgão 100% eléctrico. Até lá, os interessados podem ver aqui o clip do produto.