Os Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG) de Macau cancelaram os níveis de alerta que tinham sido emitidos devido à aproximação do ciclone tropical Mun, inclusive o aviso de “storm surge” (maré de tempestade).

De manhã, os SMG já tinham baixado de 3 para 1 o sinal de alerta de tempestade tropical, depois do ciclone ter atingido terra na ilha chinesa de Hainão e de se ter afastado gradualmente do território, com o vento a enfraquecer.

As autoridades cancelaram o aviso de “storm surge” (maré de tempestade), que previa até sábado a ocorrência de inundações nas zonas mais baixas da cidade.

A escala de alerta de tempestades tropicais é formada pelos sinais 1, 3, 8, 9 e 10, que são emitidos tendo em conta a proximidade da tempestade e a intensidade dos ventos.

Em 23 de agosto de 2017, o tufão Hato, o pior em 53 anos a atingir Macau, causou dez mortos e mais de 240 feridos, provocando graves inundações na zona do Porto Interior.

Em meados de setembro de 2018, o tufão Mangkhut causou 40 feridos e prejuízos avaliados em 1,74 mil milhões de patacas (192 milhões de euros) em Macau, onde o sinal máximo de tempestade tropical esteve içado várias horas.

Notícia atualizada às 10h45.