Rádio Observador

Crime Informático

Fundação Champalimaud queixa-se de ataque informático sem precedentes

774

A fundação explica que o ataque teve início há 48 horas. Os sistemas informáticos foram pouco depois restabelecidos. A instituição “não cedeu a qualquer exigência dos atacantes”.

Rodrigo Baptista/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A Fundação Champalimaud foi alvo de um ataque informático sem precedentes, mas conseguiu ultrapassar a situação sem ceder a qualquer exigência dos atacantes, divulgou esta quarta-feira a instituição.

“A Fundação Champalimaud foi alvo de um ataque informático sem precedentes”, refere um comunicado divulgado esta quarta-feira pela instituição.

O consultor de comunicação da fundação, Vitor Cunha, disse à Lusa que o ataque começou há cerca de 48 horas e a instituição “não cedeu a qualquer exigência dos atacantes”.

De acordo com a nota, “numa atuação conjunta com apoio da Altice Portugal, que para o efeito disponibilizou todos os seus meios técnicos e operacionais, foi possível ultrapassar a situação e garantir de imediato o funcionamento da instituição praticamente na sua plenitude”.

O comunicado referiu ainda que, neste momento, a situação encontra-se totalmente ultrapassada e todos os sistemas foram integralmente restabelecidos em 44 horas.

“A Fundação pode assegurar que os mecanismos de mitigação e proteção existentes para situações como a detetada permitiram evitar qualquer violação dos dados pessoais dos doentes”, sublinhou o comunicado.

Vítor Cunha acrescentou que “a privacidade dos doentes da fundação não foi violada, visto que este tema é muito importante nomeadamente na área da saúde”.

As autoridades judiciárias competentes já foram notificadas da ocorrência, segundo a fundação.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Politicamente Correto

Os filhos do Vasco Granja /premium

Helena Matos
463

O reitor proibiu a carne de vaca. Os alunos se pudessem proibiam toda a carne. Em Portugal, eles são os filhos e netos do Vasco Granja. Gerações que, entre muita animação, estão a impor uma ditadura.

Turismo

A turistificação da economia algarvia

António Covas

Não é tarefa fácil falar de diversificação da base económica regional quando a atividade turística é aquela que remunera mais rapidamente as pequenas poupanças e os pequenos investimentos realizados.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)