Lido Anthony Iacocca, conhecido como Lee Iacocca, é o pai do icónico Ford Mustang. O Mustang começou a ser comercializado em 1964 e, logo no primeiro ano, foram vendidas cerca de 400 mil unidades do muscle car nos Estados Unidos da América. Em dois anos foram fabricados mais de um milhão de Mustangs. Iacocca chegou mesmo a assumir a presidência da Ford, mas acabou por ser despedido por Henry Ford Jr. oito anos depois de chegar ao cargo, em 1978.

Morreu na terça-feira, em casa na Califórnia, na sequência de complicações relacionadas com a doença de Parkinson, mas de acordo com a filha, “de causas naturais”.

Lee Iacocca, filho de emigrantes italianos, foi casado três vezes e teve dois filhos. A Iacocca Family Foundation, foi criada em 1984 em homenagem a uma das suas esposas, Mary K. Iacocca, que morreu na sequência de complicações da diabetes tipo 1. Desde então, a fundação tem-se dedicado à investigação na área da diabetes e a ajudar quem sofre com a doença.

Depois de sair da Ford, Iacocca protagonizou na Chrysler um “salvamento” ao impedir que a empresa entrasse em falência. As minivans da marca, desenvolvidas por Ford, foram um dos ingredientes para o sucesso.