Rádio Observador

Dinamarca

Três homens acusados na Dinamarca de comprarem drones para grupo jihadista

Homens de 30 anos compraram aviões de passatempo, drones e câmaras térmicas. MP dinamarquês diz que aparelhos poderiam ser usados como armas perigosas para terroristas.

DARREN PATEMAN/EPA

O Ministério Público dinamarquês acusou três homens de comprarem drones e outro equipamento para o Estado Islâmico, para serem usados “em ações de combate” na Síria e no Iraque.

Os três homens foram acusados ao abrigo da legislação antiterrorista em vigor na Dinamarca.

O procurador-geral Kristian Kirk disse que os três homens, de 30 anos, “deliberadamente e sistematicamente obtiveram muitas peças pequenas e componentes, que juntos podiam ser transformadas em armas poderosas para os terroristas”. “Parecia uma lista de compras para um hobby (…) mas é a sério”, acrescentou.

Os três homens compraram aviões de passatempo, drones e câmaras térmicas, assim como outros componentes, ferramentas e acessórios na Dinamarca, entre 2013 e 2017.

O julgamento está marcado para setembro, em Copenhaga.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)