Depois da Mercedes ter surgido com a sua primeira pick-up, um modelo muito conseguido esteticamente mas produzida pela Nissan e com base numa Navara, aguardava-se uma resposta à altura da sua rival BMW. Porém, a surpresa foi geral, pois se por um lado o BMW X7 Pick-up excedeu as expectativas em algumas áreas, por outro, ficou bastante aquém noutras.

Onde a marca surpreendeu positivamente foi na escolha da base para o seu carro de trabalho, ou de lazer, face ao elevado preço do modelo em causa. Os alemães deitaram mão a um SUV king size, com 5,15 metros de comprimento e capacidade para transportar sete adultos, e converteram o X7 numa pick-up com lugar para cinco e um compartimento de carga com 1,4 metros de comprimento, ou 2 metros com a “porta” aberta.

8 fotos

Mas nem tudo são boas notícias, pois se é um facto que o X7 Pick-up foi construído, não adianta começar já a correr em direcção ao concessionário mais próximo, uma vez que não o vai encontrar à venda. Isto porque a sofisticada pick-up foi concebida e produzida por um grupo de estagiários da BMW, em colaboração com os departamentos de protótipos e de tecnologia de veículos, na fábrica em Munique.

O objectivo do X7 Pick-up é ser exposto num salão de motos, onde vai ser exibido com uma BMW F 850 GS na caixa de carga. Este projecto não foi concebido para ser produzido em série, mas nada impede a BMW de repensar a sua estratégia, especialmente se as reacções à revelação do modelo ao público forem particularmente positivas. Até porque as pick-up deste segmento não abundam e, se são pouco representativas do lado de cá do Atlântico, são muito mais importantes nos EUA, onde a BMW tem uma das suas maiores fábricas.