Rádio Observador

João Sousa

João Sousa enfrenta esta segunda-feira Nadal: “O público vai estar contra mim”

351

A partida é já esta segunda-feira às 13h00, no court central de Wimbledon. Sousa diz que "não há palavras" para descrever Nadal e o espanhol diz que o português é "super perigoso".

João Sousa é o 69.º classificado no ranking ATP

Getty Images

Será o terceiro encontro entre João Sousa e Rafael Nadal. E está do lado do português fazer (ainda mais) história. Depois de bater Daniel Evans no sábado, João Sousa qualificou-se pela primeira vez na carreira para os oitavos-de-final de Wimbledon. O adversário é agora Rafael Nadal e a partida é já esta segunda-feira, em Londres.

O Rafa é um grande jogador e não há palavras para descrevê-lo. Tenho a certeza que o público vai estar contra mim”, comentou o tenista português sobre o encontro com Nadal.

João Sousa, 69.º classificado no ranking ATP, perdeu os dois encontros anteriores com Nadal. Agora, o português só está focado em garantir o melhor resultado: “Oxalá possa estar a um bom nível, porque tentarei dar o melhor para ganhar”, afirma, citado pelo El Mundo.

Esta é a sexta participação consecutiva de Sousa no torneio de Wimbledon. E também não é a primeira vez que o português e o espanhol se encontram. Com Nadal, o vimaranense disputou duas partidas no FedEx ATP Head2Head, tendo perdido ambas.

“Conhecemo-nos bastante bem. Já treinámos muitas vezes juntos”, conta Nadal. “Ele (João Sousa) é um adversário super perigoso. É muito rápido e agressivo”, acrescenta o tenista que já venceu Wimbledon duas vezes.

João Sousa também nunca conseguiu vencer um adversário dos cinco primeiros num Grand Slam, em nove ocasiões. Terá uma nova oportunidade esta segunda-feira. E frente ao antigo líder mundial. Se vencer o espanhol, é a primeira vez que Sousa chega aos quartos de um grande torneio.

A partida abre o recinto na segunda semana do torneio e os atletas terão direito a honras de court central. A primeira bola é lançada às 13h00.

Nadal chega aos oitavos depois de vencer no sábado o francês Jean-Wilfried Tsonga por 6-2, 6-3 e 6-2. Sousa bateu Evans por 4-6, 6-4, 7-5, 4-6 e 6-4, um dos maiores triunfos da carreira. Sobre essa partida — uma vitória inédita para Portugal — o vimaranense não esconde a felicidade: “Fiz história para o meu país e sinto-me orgulhoso de fazer parte dessa história”. 

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)