Foram apreendidos pela Polícia Judiciária três milhões de euros em dinheiro esta terça-feira no Aeroporto de Lisboa que estavam dentro de várias malas de viagem.

Na sequência das apreensões foram detidos três mulheres e quatro homens pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária. Os passageiros preparavam-se para abandonar a Europa quando foram intercetados e a PJ suspeita que a quantidade apreendida esteja ligada a crimes de fraude fiscal.

No comunicado, a PJ explica que este ‘modus operandi’ “consiste na utilização das vulgarmente designadas money mules para efetuar o transporte do numerário de um continente para outro, sendo característico de uma das fases do branqueamento de capitais, conhecida como circulação”.

As apreensões e detenções resultaram de sucessivas operações e ações de prevenção criminal desenvolvidas pela Polícia Judiciária, desde finais do ano passado até ao presente.