Rádio Observador

Benfica

Do “Te amo papai… Ídolo” às “coisas na vida que não têm preço”: as mensagens para Jonas, dos ex-companheiros aos adversários

Companheiros no Benfica, jogadores com quem se cruzou na carreira, adversários: despedida de Jonas tem merecido uma onda de comentários que destacam uma carreira que chega esta quarta-feira ao fim.

LightRocket via Getty Images

“Tem coisas na vida que não têm preço! Eu sou grato a Deus por ter me dado a oportunidade de ter jogado com esse ‘CRAQUE’ em todos os sentidos!!! Estarei presente para te dar um abraço Jonas”. Desde que chegou à Luz, até por serem ambos brasileiros, o avançado que esta noite fará a despedida dos relvados teve como amigo mais próximo Luisão, também ele um histórico do Benfica a par de Jardel (o outro elemento com quem o avançado tem maior afinidade). Também por isso, a mensagem do antigo central e capitão dos encarnados acabou por ser das mais sentidas entre as muitas que o número 10 foi recebendo através das redes sociais, não só de antigos companheiros mas também de alguns adversários que teve pela frente.

“Chegou o dia que nenhum amante de futebol queria que chegasse. Tenho que te agradecer por tudo o que fizeste por mim, és uma pessoa incrível, e como jogador…simplesmente não há palavras para te descrever. Não vou poder estar presente na tua despedida mas estarei sempre contigo para o que der e vier. Te amo papai… Ídolo”, escreveu ao final da tarde João Félix, jovem avançado que jogou na última temporada com Jonas antes de protagonizar a quarta maior transferência de sempre do futebol mundial.

“Sem cores ou clubes, importa a grande qualidade e profissionalismo. Obrigado por tanto que deste ao futebol português. Belíssima carreira, com um perfume imenso. O futebol agradece. Foi um prazer”, deixou também Gonçalo Paciência, antigo jogador do FC Porto que defrontou também o avançado brasileiro nos quartos da Liga Europa, ao serviço do Eintracht Frankfurt (e com quem teve uma “pega” na parte final do encontro da segunda mão, disputado na Alemanha com triunfo para a equipa da casa).

Ainda entre os companheiros que foram também apresentados esta noite ou que estão de saída da Luz, nota ainda para os textos de homenagem de Gabriel, outro jogador brasileiro que jogou na última época com o avançado, e Fejsa, que partilhou o balneário com o número 10 nos cinco anos em que esteve na Luz. “Eu sempre agradeço as coisas boas que acontecem em minha vida e hoje é dia de agradecer ter convivido com você durante esse ano que passou. Aprendi muito com você, talvez mais fora de campo do que dentro, porque dentro de campo aprender tudo o que tu sabe é difícil demais, mas eu ficarei sempre com a admiração da pessoa que você é. Obrigado por tudo!!!!”, escreveu o médio brasileiro. “Hoje é o seu dia Jonas… Um monte de emoções… Foi um prazer jogar com você. Deus abençoe você e sua linda família. Parabéns pela carreira, grande Pistolas”, destacou o sérvio.

André Almeida deixou a palavra “diferenciado” para descrever Jonas também nas redes sociais, ao passo que Carrillo, ex-jogador dos encarnados que esteve emprestado ao Al-Hilal na última temporada, deixou um “Obrigado por tudo, pai”. Já Nuno Gomes, ex-avançado dos encarnados, deu os “parabéns pela carreira” ao “craque”. Outros jogadores do atual plantel “comunicaram” apenas por emojis perante a notícia do final de carreira do avançado, casos de Rúben Dias ou Bruno Varela (agora no Ajax).

Em atualização

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)