Rádio Observador

Exportações

Exportações e importações aceleram para 8,7% e 14,7% em maio

Exportações subiram para 8,7% e importações 14,7% em maio, em relação ao mesmo período do ano anterior, divulgou o Instituto Nacional de Estatística.

Terminal de contentores no Porto de Lisboa

MÁRIO CRUZ/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

As exportações portuguesas de bens aumentaram 8,7% e as importações subiram 14,7% em maio face ao mesmo mês de 2018, acelerando relativamente a abril, divulgou nesta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em abril as exportações tinham progredido 3,1% e as importações 11,4% em termos homólogos e nominais.

Segundo as Estatísticas do Comércio Internacional do INE, a evolução de 8,7% das exportações deveu-se sobretudo à evolução registada no comércio intra-União Europeia (UE), sendo de destacar o aumento nas exportações de material de transporte (+21,9%), categoria que teve um contributo de +4,1 pontos percentuais para a taxa de variação homóloga total, “principalmente devido à exportação de ‘outro material de transporte’ (maioritariamente aviões)”.

Já as importações aumentaram 14,7% em resultado da evolução registada em ambos os tipos de comércio, sendo de destacar o aumento das importações de material de transporte (+27,4%), em resultado principalmente da aquisição de outro material de transporte (sobretudo aviões) e de combustíveis e lubrificantes (+43,2%), contribuindo com +4,7 pontos percentuais e +4,0 pontos percentuais, respetivamente, para a taxa de variação homóloga.

Excluindo os combustíveis e lubrificantes, em maio as exportações aumentaram 9,9% e as importações cresceram 11,8% em termos homólogos (+4,6% e +10,7%, respetivamente, em abril de 2019).

No trimestre terminado em maio de 2019, as exportações e as importações de bens aumentaram, respetivamente, 5,6% e 12,3% face ao mesmo período de 2018 (+4,5% e +11,2%, pela mesma ordem, no trimestre terminado em abril de 2019).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Liberalismo

De onde vem a riqueza?

Telmo Ferreira

A riqueza vem das instituições políticas e económicas que permitem uma sociedade pluralista que consiga aproveitar todos os benefícios da liberdade individual e económica.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)