Rádio Observador

Benfica

Benfica já garantiu quase 43 milhões de euros na ‘Champions’ 2019/20

Só pela entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões, 42,95 milhões de euros estão garantidos nos cofres dos encarnados. O Benfica ainda pode arrecadar mais 2 milhões antes mesmo de jogar.

A chegada à final, a 30 de maio de 2020, em Istambul, vale 15 milhões de euros

MÁRIO CRUZ/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

O Benfica já garantiu 42,95 milhões de euros pela entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol, segundo os montantes a que os clubes terão direito nas taças europeias de 2019/20 divulgados esta quinta-feira pela UEFA.

Os valores são idênticos aos da época passada, sendo que 15,25 milhões de euros (contra 15,23) correspondem à presença na fase de grupos e 27,7 ao valor mínimo que os detentores do título luso podem receber pelo ‘ranking’ dos últimos 10 anos.

O Benfica pode chegar aos 44,06 milhões de euros antes de começar a jogar, o que acontecerá se o FC Porto cair na terceira pré-eliminatória ou no ‘play-off’, sendo que, se chegar à fase de grupos, será esse o valor que cabe aos ‘azuis e brancos’.

No ‘ranking’ da UEFA a 10 anos, o FC Porto é oitavo e o Benfica é 10.º, mas os ingleses do Manchester United, sextos, e do Arsenal, nonos, não entram nestas contas, já que não estarão entre os 32 participantes na fase de grupos da ‘Champions’ 2019/20.

Para o ‘ranking’, a UEFA atribui 1,108 milhões de euros ao 32.º posicionado, entre os presentes, sendo essa verba será multiplicada pela ordem inversa à tabela, com o primeiro classificado, o Real Madrid, a ter direito a 35,456.

Como na época passada, uma vitória na fase de grupos vale 2,7 milhões de euros e um empate 900 mil euros, sendo que os remanescentes 900 mil euros de cada empate serão distribuídos no final pelas equipas em função das vitórias.

Quanto às equipas que seguirem em frente, os ‘oitavos’ valem 9,5 milhões de euros, os ‘quartos’ 10,5, as ‘meias’ 12 e a final, a 30 de maio, em Istambul, 15, com o vencedor, que sucederá ao Liverpool, a receber ainda quatro suplementares.

A estes valores, acrescem ainda os do ‘market pool’, relacionados com os direitos televisivos. A UEFA distribuirá um total de 292 milhões de euros pelos 32 clubes, em função do valor proporcional dos países — se ficar sozinho, o Benfica receberá os 100% de Portugal e, se acompanhado, cederá 40% ao FC Porto.

Em 2018/19, os ‘dragões’, que chegaram aos quartos de final e foram a equipa com mais pontos na primeira fase, arrecadaram 78,44 milhões de euros, e o Benfica, afastado na fase de grupos – por Bayern Munique e Ajax -, encaixou 49,23, não contando com a verba remanescente dos empates.

Na liga europa, os valores são muito mais baixos

No que respeita à Liga Europa, o Sporting, por ter lugar certo na fase de grupos, já garantiu 2,92 milhões de euros, verba que subirá em função do ‘ranking’ a 10 anos dos clubes participantes — de 71.430 euros para o 48.º até 3,428 milhões para o primeiro.

Entre os clubes com presença garantida na fase de grupos, os ‘leões’, vencedores da edição 2018/19 da Taça de Portugal e terceiros no último campeonato português, são sextos, atrás de Manchester United, Arsenal, Sevilha, Roma e CSKA Moscovo.

No que respeita a resultados, cada vitória na fase de grupos vale 570 mil euros e cada empate 190 — o remanescente das igualdades também será distribuído -, sendo que o vencedor de cada grupo encaixa um milhão de euros e o segundo meio milhão.

As formações que chegarem aos 16 avos ganham ainda meio milhão de euros, aos ‘oitavos’ 1,1, aos ‘quartos’ 1,5, às ‘meias’ 2,4 e à final, a 27 de maio, em Gdansk, 4,5, com o vencedor, o sucessor do Chelsea, a ter direito a 4 extra.

Para o ‘market pool’ estão reservados 168 milhões de euros, sendo que o Sporting ficará com 100%, 60% ou 40% do valor que couber a Portugal em função de estar só, com Sporting de Braga ou Vitória de Guimarães ou na companhia dos dois clubes minhotos.

Os vimaranenses, quintos no último campeonato, entram na segunda pré-eliminatória, face aos luxemburgueses do Jeunesse Esch ou aos cazaques do Tobol, e os bracarenses, quartos da I Liga 2018/19, começam na terceira pré-eliminatória.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)