O plenário da Câmara dos Deputados do Brasil aprovou na quarta-feira, com 379 votos favoráveis e 131 contra, o texto-base da reforma do sistema de pagamento de pensões, uma medida considerada fundamental pelo governo de Jair Bolsonaro.

Após a aprovação do texto-base, segue-se agora a votação dos destaques – tentativas de alteração de pontos específicos do documento já aprovado – que podem levar a novas alterações na proposta.

Brasil. Sondagem revela país dividido: 33% aprovam e 33% desaprovam governo de Bolsonaro

A proposta de emenda à Constituição (PEC) para mudar as regras de aposentação no Brasil foi apresentada pelo Governo liderado por Jair Bolsonaro no dia 20 de fevereiro.

No entanto, o documento aprovado na quarta-feira é da autoria do deputado Samuel Moreira, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSBD), que analisou e alterou alguns pontos da proposta original do executivo.