Ao que tudo indica o acidente que vitimou a mulher de 35 anos foi o primeiro incidente fatal a envolver trotinetes elétricas em Inglaterra. Segundo os jornais ingleses, Emily Hartridge perdeu a vida depois da trotinete que conduzia se ter envolvido num acidente com um camião, nas ruas de Londres, apesar de não ser claro o que esteve na origem do acidente que ocorreu numa rotunda onde há vários relatos de acidentes, nomeadamente com ciclistas.

Em Inglaterra, as trotinetes elétricas estão proibidas nos passeios ou nas estradas e a trotinete que Emily conduzia tinha sido um presente do namorado, uns dias antes. A mulher perdeu a vida ainda no local do acidente, pouco depois das 08h30 de sexta-feira, apesar dos esforços das equipas médicas no local que “chegaram em quatro minutos”.

Emily Hartridge ficou conhecida através do seu canal de youtube onde publicava com regularidade vídeos sob o formato “10 motivos para…” e é no último desses vídeos publicados que é possível ver a surpresa que o namorado — também youtuber— lhe preparou ao oferecer a trotinete elétrica.

Youtube/Emily Hart – O momento, gravado em vídeo, em que Emily é surpreendida pelo namorado com a trotinete elétrica.

Nos vídeos é possível ouvir ainda Emily a abordar temas relacionados com a alimentação saudável, exercício físico e saúde mental. Foi através da conta de instagram oficial de Emily que a família deu a notícia, no sábado, da morte da mulher e, desde então, têm-se multiplicado as mensagens de pesar nas contas de instagram de Emily e do namorado, Jacob Hazell.

Também no instagram, o casal tinha anunciado que estava a realizar um tratamento de fertilidade e que Emily tinha o objetivo já antigo de congelar embriões uma vez que “não queria perder a oportunidade de ser mãe”.

Os relatos de acidentes fatais com trotinetes elétricas ainda são poucos, sendo mais comuns os ferimentos em pessoas que conduziam as trotinetes ou que foram atingidas por estes meios de transporte alternativos.