O desafio colocado a Sir Alec Issigonis era extremamente complexo. Pediu-lhe a Bristish Motor Corporation que, em apenas 3 metros de comprimento, conseguisse encaixar uma família de quatro pessoas, além de um motor, uma caixa de velocidades, um diferencial e dois semi-eixos. E como brilhante designer que era, foi exactamente isso que ele fez há 60 anos.

Dario Gaiga, um australiano com 2,04 metros de altura e um peso bem acima da centena de quilogramas (mesmo superior à centena e meia), pode não ter o brilhantismo de Sir Alec, mas o que lhe falta em técnica sobra-lhe em vontade de surpreender e retirar da cartola tudo e mais alguma coisa. Neste caso, “retirou” um Mini de 1977.

No velhote automóvel, Gaiga introduziu uma série de alterações, a começar pela montagem de um V8 com 4,8 litros, soprado por um enorme compressor volumétrico até ele fornecer 600 cv. Capaz de queimar metanol, para evitar incrementar a temperatura de funcionamento, o V8 está depois acoplado a uma caixa automática de apenas três velocidades, o que obrigou Gaiga a trocar a tracção à frente do Mini pela tracção traseira, onde instalou um diferencial autoblocante.

O simpático Mini foi assim transformado num monstro, como seria de esperar de um modelo com 600 cv e apenas 680 kg de peso. Dario Gaiga usa-o para tudo o que envolva queimar pneus, de provas de arranque a piões. Mas o melhor é ver o vídeo: