Está instalado o caos num dos aeroportos mais movimentados de Londres. Em Heathrow, uma falha no sistema de check-in das bagagens da British Airways está a causar filas de até duas horas de espera, com centenas de passageiros insatisfeitos e a apelidarem a situação como “caótica”.

O problema está a afetar o Terminal 5 do aeroporto de Heathrow, um dia antes do início das férias escolares no Reino Unido. Há relatos de passageiros que já perderam os voos.

No Twitter, o comediante Eddie Izzard, que esteve no local, fala em longos tempos de espera e relata problemas nos tapetes rolantes onde as malas são depositadas no processo de check-in. E apela a que a British Airways resolva o problema. Entretanto, o aeroporto já confirmou uma “falha” no sistema de check-in da transportadora aérea britânica.

São vários os relatos de passageiros insatisfeitos, em longas filas de espera.

Uma passageira escreveu um tweet a dizer que “grande parte do staff apenas ficou ali, enquanto podiam ter ajudado com a identificação manual das malas”.

A British Airways está a responder a várias críticas na rede social Twitter. “A nossa equipa no aeroporto de Heathrow está a abordar os passageiros e a ajudar aqueles cujos voos estejam quase a partir. Agradecemos a vossa paciência enquanto esperam”, refere a transportadora.

Numa outra resposta a um cliente que acusa o staff  “de não saber o que fazer”, a companhia aérea garante que está a “trabalhar para minimizar a falha depois de um problema no sistema de bagagens ter atrasado a entrega das malas“. “Pedimos desculpa pelo inconveniente aos nossos clientes”, acrescenta.

Um representante do aeroporto confirmou no Twitter que “o sistema de bagagem da British Airways no Terminal 5 está a ter problemas esta manhã, o que significa que as malas estão a ser processadas de forma mais lenta que o habitual”. Num outro tweet, refere que está “a trabalhar para resolver o problema”, acrescentando que se trata de uma “altura do ano com muito movimento”.

A falha acontece dias antes da primeira parte de uma série de greves previstas de trabalhadores do aeroporto (entre seguranças, engenheiros, e outros membros do staff).