A companhia aérea easyJet revelou nesta quinta-feira que a sua faturação total no terceiro trimestre do ano fiscal até 30 de junho subiu 11,4% em relação ao período homólogo, destacando o bom desempenho da empresa.

Em um comunicado enviado à Bolsa de Valores de Londres com as demonstrações financeiras, a easyJet disse que no terceiro trimestre a faturação atingiu 1.761 milhões de libras (1.949 milhões de euros), comparando com 1.581 milhões de libras (1.750 milhões de euros) conseguidos no mesmo período do ano passado.

A companhia transportou no trimestre 26,4 milhões de passageiros, representando um aumento de 8% em relação ao ano anterior, enquanto a taxa de ocupação foi de 91,7%, contra 93,4% no mesmo período de 2017.

O presidente da Comissão Executiva da easyJet, Johan Lundgren, disse que o desempenho foi “forte” devido a um período de Páscoa “sólido”, apesar das difíceis condições macroeconómicas.

“Os nossos clientes experimentaram uma redução significativa nos cancelamentos e atrasos”, em grande parte como resultado de um investimento em operações, acrescentou.

O responsável destacou que a companhia aérea está focada na redução de custos para melhorar a rentabilidade.

A empresa conta com lucros antes de impostos na segunda metade do ano entre 400 milhões e 440 milhões de libras (442 milhões de euros e 487 milhões de euros).