Rádio Observador

Violência

Mulher que ameaçava companheiro detida em flagrante delito em Proença-a-Nova

A vítima, um homem de 35 anos, estava a ser alvo de ameaças de morte por parte da sua companheira, de 31 anos. A arguida está com pulseira eletrónica e foi detida em flagrante delito.

AFP/Getty Images

Uma mulher de 31 anos ficou com pulseira eletrónica por ordem judicial, após ser detida em flagrante delito por violência doméstica ao seu companheiro, em Proença-a-Nova, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR explica que o Posto Territorial de Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, recebeu uma denúncia de que a vítima, um homem de 35 anos, estava a ser alvo de ameaças de morte por parte da sua companheira.

“Os militares [da GNR] deslocaram-se de imediato para o local surpreendendo a agressora, em flagrante delito, a ameaçar de morte e a arremessar pedras contra o seu companheiro”, lê-se na nota.

A mulher foi detida e, após presença no Tribunal Judicial de Oleiros, ficou sujeita às medidas de coação de proibição de contactar a vítima e proibição de se aproximar da sua residência, sendo controlada por pulseira eletrónica.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)