Rádio Observador

Arquitetura

Arquiteto César Pelli que projetou Torres Petronas em Kuala Lumpur morreu aos 92 anos

O célebre argentino também foi responsável pelo projeto do One World Financial Center, em Nova Iorque. Morreu na passada sexta-feira e já tem sido homenageado por ilustres do mundo inteiro.

AHMAD YUSNI/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O arquiteto argentino César Pelli, que projetou as emblemáticas Torres Petronas de Kuala Lumpur, na Malásia, e o One World Financial Center, em Nova Iorque, morreu na sexta-feira aos 92 anos.

“Quero enviar as minhas condolências aos familiares e amigos do talentoso César Pelli. As obras que deixa no mundo como legado são uma fonte de orgulho para os argentinos”, afirmou o Presidente argentino, Mauricio Macri, no ‘Twitter’.

O arquiteto também foi homenageado por Juan Manzur, governador de Tucuman, a província onde César Pelli nasceu em 12 de outubro de 1926, e se formou como arquiteto.

“A trajetória mundial do arquiteto Pelli tem sido uma fonte de orgulho não só para os tucumanos, mas também para todos os argentinos”, afirmou Juan Manzur no ‘Twitter’, destacando “a qualidade e monumentalidade das suas obras” e a sua “enorme capacidade de trabalho”.

Nascido em 1926, César Pelli tornou-se um arquiteto de prestígio internacional e deixou a sua marca em vários arranha-céus e edifícios em todo o mundo, o que levou à conquista de mais de 300 prémios por excelência em design.

Formado na Universidade Nacional de Tucuman, o arquiteto mudou-se graças a uma bolsa para os Estados Unidos em 1952, vivendo em Connecticut.

César Pelli foi reitor da escola de arquitetura da Universidade de Yale de 1977 a 1984 e recebeu a medalha de ouro do Instituto Americano de Arquitetura, bem como dezenas de outros prémios.

Entre as suas obras mais famosas estão as Torres Petronas de Kuala Lumpur, com 452 metros de altura, que ostentaram o título de edifícios mais altos do mundo entre 1998 e 2003.

Entre os vários prémios que o argentino conquistou, destaca-se a Medalha de Ouro do Instituto Americano de Arquitetos, em 1995, pela sua distinta carreira.

César Pelli foi o arquiteto responsável pela ampliação do Museu de Arte Moderna (MoMa) de Nova York, em 1984, construiu a Torre Iberdrola, em Bilbau, o International Financial Center, em Hong Kong, a Grande Torre Costanera, em Santiago do Chile, o Pacific Design Center em Los Angeles, o ARIA Resort em Las Vegas, além de dezenas de teatros e centros culturais em todo o mundo.

Uma das suas mais recentes obras foi o Salesforce Transit Center, em São Francisco, que abriu em 2018 e inclui espaços verdes, um centro comercial e um anfiteatro.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)