Rádio Observador

CTT

CTT investe 90 mil euros no Centro de Distribuição Postal de Ourém

Este é o segundo novo Centro de Entrega a entrar em operação no âmbito do Plano de Modernização e Investimento, onde a empresa vai investir 40 milhões de euros na rede postal e logística até 2020.

O investimento será aplicado em “novas máquinas de separação de correio, na modernização da rede, na melhoria das condições dos centros de distribuição e dos equipamentos de trabalho para adequar a rede a um novo perfil de tráfego”, disse os CTT

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Os CTT iniciam nesta segunda-feira a operação no Centro de Entrega de Ourém, no distrito de Santarém, em instalações remodeladas, num investimento que ronda os 90 mil euros.

Segundo uma nota de imprensa enviada à agência Lusa, o novo Centro de Entrega de Ourém vai agrupar o Centro de Distribuição Postal de Fátima e o de Ourém, “mantendo todos os trabalhadores”.

O espaço renovado inclui “novos equipamentos e métodos de trabalho e tem como objetivo melhorar a eficiência das operações de distribuição postal e a qualidade do serviço ao cliente, reforçando a proximidade às populações e as condições de trabalho dos carteiros”.

A remodelação, que se insere no Plano de Modernização e Investimento (PMI) que os CTT estão a realizar em todo o país, inclui a reformulação do ‘layout’ operacional, numa área de trabalho de 575 metros quadrados.

Foi ainda ampliada e reformulada a área operacional “para dar resposta ao crescimento do ‘Expresso & Encomendas’ e a área de carga e descarga de veículos ligeiros, assim como “melhorias na iluminação, acessibilidade aos postos de trabalho, climatização e sistema de som, gerando ganhos de eficiência; ampliação e melhoria de espaços”.

Segundo os CTT, este é o segundo novo Centro de Entrega a entrar em operação, no âmbito do Plano de Modernização e Investimento, onde a empresa vai investir 40 milhões de euros na rede postal e logística até 2020, “assegurando o Serviço Postal Universal e modernizando uma infraestrutura desenhada há 30 anos”.

O investimento será aplicado em “novas máquinas de separação de correio, na modernização da rede, na melhoria das condições dos centros de distribuição e dos equipamentos de trabalho para adequar a rede a um novo perfil de tráfego”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)