O sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões, que se vai realizar a 29 de agosto, envolverá 32 equipas, divididas por quatro potes e com uma série de condicionantes prévias relacionadas com conjuntos do mesmo país e viagens da zona de Leste. Por agora, tudo é mais linear e com o FC Porto como um dos protagonistas iniciais neste estado precoce da prova onde entravam oito formações divididas em dois potes para fazer o emparelhamento dos jogos da terceira pré-eliminatória.

De um lado estavam FC Porto, Dínamo Kiev, Basileia ou PSV e Olympiacos ou Viktoria Plzen. Do outro encontravam-se Club Brugge, Krasnodar, Basaksehir e LASZ Linz. Sorteio aberto naquilo que se designa como “League Path”, com um único condicionalismo (Dínamo Kiev e Krasnodar não se podiam cruzar devido às tensões políticas entre Rússia e Ucrânia) e que colocou na rota dos dragões o Krasnodar, numa eliminatória que será disputada entre 6/7 e 13 de agosto.

Nesta altura, o conjunto russo comandado por Murad Musaev já realizou duas jornadas do Campeonato, tendo perdido na ronda inaugural com o Akhmat Grozny (1-0) e vencido fora o Ura (3-2). O sueco Viktor Claesson é uma das grandes figuras da equipa, a par do experiente avançado Marcus Berg, do extremo brasileiro Wanderson e do médio holandês Tonny Vilhena. As duas equipas não têm registo de qualquer confronto realizado até ao momento.

De recordar que, entre os dois jogos relativos a esta terceira pré-eliminatória da Champions, o conjunto de Sérgio Conceição vai jogar em Barcelos frente ao Gil Vicente na primeira jornada do Campeonato (9 de agosto), seguindo-se a receção ao V. Setúbal. Caso avancem para a fase seguinte de playoff, que terá o seu sorteio no dia 5, os azuis e brancos vão defrontar a meio dessa série o Benfica no Estádio da Luz, numa partida relativa à terceira ronda da Primeira Liga marcada para 25 de agosto.

O FC Porto já realizou até ao momento seis jogos particulares na pré-temporada, os três primeiros à porta fechada com Águeda (6-0), Varzim (4-0) e Penafiel (1-0). Já no Algarve, onde a equipa realizou o segundo período de preparação, os azuis e brancos venceram o Fulham na Summer Cup (1-0), derrotaram o Betis após grandes penalidades na meia-final da Copa Ibérica (1-1, 5-4) e ganharam a final da competição disputada em Portimão diante do Getafe (2-1).